segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Finalzinho de ano.
Felicidades para todos..
2009 de sucesso, felicidades, paz, grana, e muita festa..
hahahahahahaa



Pronto! Vou falar do meu maior medo.
Não que seja um grande escritor pós-moderno, com paixões ultra-românticas...mas, devo aqui confessar o medo, o rancor que tenho de ter perdido a inspiração.
Será os remédios que estão fazendo isso comigo?
Antes, eram dias onde poemas incríveis saíam da ponta do lápis apoiado em minha mão.
Mas parece que esta migrou... A inspiração que havia em mim sumiu.
E o que fazer?
Como expressar sentimentos agora?
Tanto amor e desespero. Como dize-los?
...
Creio que dá para perceber pelo número cada vez mais reduzido de linhas.
É o fim?
Nunca mais poderei escrever novamente?
Isso que me aflige, me mata pouco a pouco...definha a alma.
...
Vou viver.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Natal.

Natal... Reunião de família... Bebidas... Barracos...
E teria outra graça senão esta?

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Natal chegando...mas que se dane, não acredito no real motivo desta data.
Bom mesmo é comer e comer. rss
Semestre letivo acabou...finalmente e infelizmente fiquei de DP em uma matéria.
Mas graças a Deus foi só em uma, poderia ter sido em mais.
Vai entender. ¬¬
Eu creio que realmente não nasci para psicologia comportamental. Não entendo tantas contingências e termos complexos na qual um se parece tanto com outro e blá blá blá.
Um saco... Prefiro psicanálise. DANE-SE.

Minha irmã. que depois que começou a "namorar", não sai de nenhuma festa
¬¬
E pra mim sobra ficar em casa, largado, sozinho, abandonado e tantos outros adjetivos.
Preciso começar a namorar...Mas dane-se.
Todos ficam dizendo: Quando chegar a hora, vc vai achar a pessoa certa.
Dá vontade de faze-los engolir cada sílaba dita.

ok ok..cansado de postar, e nem sei mais o que dizer...

sábado, 13 de dezembro de 2008

Despair.

É tão engraçada a forma como levamos a vida.
Nos privamos de tantas coisas pensando ser o melhor para nós.
Nos expomos a tantas outras coisas que depois vemos ser tão inúteis...
Qual o sentido???

Bom. Ultimamente já nem sei mais como estou.
Estava olhando umas páginas de orkut e via tantos rostos, imagens de pessoas felizes.
Serão realmente felizes quanto a foto demonstra?
Gostaria de ter a oportunidade de conhecer todas essas pessoas, conhecerem intimamente, verdadeiramente, saber como são, o que pensam; dar uma chance de uma vez não ter um pré-conceito de dizer: "Não gosto de ...." , isso é realmente justo???
É realmente justo não gostarmos de alguém? Detestarmos, gerarmos inimizades?
"Meu santo não bateu com o dela (e)" - o extremo da ignorância.
Triste é assumir que sou um destes ignorantes.

Como são as pessoas?
Teriam elas uma chance de se defender de tantas "acusações" que fazemos?
(Espero que entendam o que digo)
Bom, não sei o que está acontecendo comigo...algumas pessoas nos tocam tão profundamente, outras passam tão desapercebidas. Será que todas elas deixam marcas em nós? Desde as mais importantes, às que axamos ser as menos significativas?
Não sei! Sei que eu queria ser diferente, mas não sei o que é ser diferente.
Pessoas passam defronte nós, esbarram ou nos encaram..
De qualquer forma, vivemos em um contexto social, mas somos incapazes de sermos sociais, e essa é a triste realidade de nossas vidas.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------
"As pessoas viajam para admirar a altura das montanhas,
as imensas ondas dos mares,
o longo percurso dos rios,
o vasto domínio do oceano,
o movimento circular das estrelas,
e no entanto elas passam por si mesmas sem se admirarem. "
Sto. Agostinho

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Ciclagem.

"Encarar a vida de frente, sempre, encarar a vida de frente, e descobrir o que ela é, e ao fim, entendê-la. Amá-la pelo que ela é, e então, deixá-la. Sempre os anos entre nós, sempre os anos, sempre o amor, sempre as horas"
Trecho do Filme: As horas.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

...

A primeira postagem é sempre especial.
No início o ânimo.. postagem todos os dias, contam-se os dias, as horas para postar novamente (e ainda tentar dar a impressão de que não estamos eufóricos), a seguir o desânimo, enjôo e tudo se torna monótono, passam-se dias e semanas sem sequer olhar para a página do blog..
Comigo não é tão diferente.
Eu tinha um outro blog: http://oeupropriamentedito.blogspot.com/, mas de tanto tempo sem visitá-lo o resultado foi que esqueci a senha de acesso e... o resto é de fácil conclusão.
Férias chegando...com a graça de Deus.
Depois de um semestre conturbado e extremamente agitado, as férias vem vindo e isso é o que me consola. Viajar para descansar, festar e beber até perder a lucidez é a resposta (Se beber não dirija. rss).
Mas vamo que vamo... com este blog, pretendo além de compartilhar experiências, expor também meus poemas, pensamentos e opiniões.
Existimos e vamos fazer juz a isso.
Um brinde a mim!

;)
Ocorreu um erro neste gadget