sexta-feira, 28 de agosto de 2009

>>>PAUSA<<<

>>>Estou cansado!<<<
No momento resolvi dar um tempo a este conto.
Procuro por algo maior e concreto e sei que levando esta fantasia adiante, não encontrarei o que busco.
Tenho vivido dias de Jó. Mas também reconheço que nada nesta vida é eterno, e meu oásis chegará.
Quero viver intensamente, quero experimentar coisas novas, quero sorrir das pequenas coisas e apreciar minha vida como uma dádiva.
Quero amar intensamente.
Não peço muito, peço compreensão.
Ah! Nestes últimos dias, olhei para o céu e vi a imensidão azul. Enevoado e triste.
O que fazer para mudar este ciclo vicioso da qual despenquei?
Todos os dias, uma rotina;
Toda rotina, seu tédio;
De todo tédio, uma nova e estranha lamúria.
E chorei...chorei pela desesperança que invade meu coração e me torna um alvo tão vulnerável às flechadas da qual sou vítima.
Se entendessem estas associações, talvez não me perguntassem se estou bem, se estou feliz, ou quiçá vivo.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget